O objetivo deste trabalho é intervir na realidade local, a fim de contribuir para a melhoria do quadro social vivenciado. A equipe pedagógica do projeto tem se utilizado desta iniciativa para ir além da simples ajuda na realização do dever de casa, mas de forma pedagógica, criativa e lúdica vem ministrando oficinas de leitura e interpretação de textos para enriquecer a disciplina de português na escola e a matemática com aprofundamento das operações básicas. A construção do plano pedagógico está interagindo com as necessidades apresentadas na escola. Acreditamos que é fundamental a parceria: ESCOLA-ASBEPE-FAMÍLIA.  Além deste enfoque o projeto desenvolve ainda acompanhamento psicossocial e atendimento a cultura, esporte e lazer visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa e preparo para a cidadania, conforme lei 8.069 de 13 de julho de 1990 - ECA. Todas as propostas de ação deste projeto visam contribuir para a formação geral destes educandos; considerando como parte deste aprendizado escolar, o desenvolvimento cognitivo, motor, afetivo, social e da personalidade deles a fim de promover o seu avanço na compreensão do mundo, logo, no seu próprio desenvolvimento como um todo.  Veja mais em nossas páginas.

Informações

A Associação Beneficente Projeto ELIKYA, ASBEPE, é uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, que trabalha com projetos sócio-educativos. Situada no bairro de Ramos, na cidade do Rio de Janeiro, foi organizada em Setembro de 2005 por um grupo de dez empreendedores que têm concentrado muitos esforços em diversas ações sociais no Brasil e no exterior. Nossa principal missão é promover o resgate da cidadania, da ética e da cultura, através da inclusão Sócio-Educacional, gerando assim fortalecimento e equilíbrio da família e da sociedade.

No Brasil, o número de jovens, adolescentes e crianças em idade escolar estão em torno de 32 milhões. Um quarto deste número provém de lares situados, segundo dados do IBGE, abaixo da linha da pobreza, ou seja, com renda per capita de aproximadamente meio salário mínimo. Problemas como: falta de perspectiva profissional, ociosidade, falta de acesso a bens, cultura e ao lazer têm contribuído com o aumento da violência, gravidez precoce e uso de drogas, gerando assim a marginalização.

Em Ramos, bairro onde estamos situados, temos observado várias destas carências. Estamos próximo do Complexo da Maré e cercados por diversas comunidades desprovidas de recursos financeiros, por isso, este é um local estratégico para ações sociais.

A presidente da instituição, Andréia Siqueira de Paula, é missionária e conta com uma equipe de voluntários para desenvolver os projetos. A ASBEPE se mantém através do auxílio financeiro de parceiros e colaboradores que se identificam com os projetos e objetivos da Associação.

Conheça o Projeto Esperança para Ramos

Conheça o Projeto Ama Angola

Fique por dentro de nossos eventos e novidades aqui.

ESTES DOIS ARQUIVOS PARA DOWNLOAD SÃO DA ORGANIZAÇÃO ITAÚ SOCIAL. SÃO DOIS MATERIAIS ATUAIS E IMPORTANTES PARA QUEM TRABALHA COM ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL E PROJETOS EM COMUNIDADE. BOM PROVEITO E PEÇO QUE DIVULGUE E CURTA NOSSA PÁGINA POR FAVOR.
publicacao_avaliacaoeaprendizagem_06.2014.pdf publicacao_avaliacaoeaprendizagem_06.2014.pdf
Tamanho : 1885,194 Kb
Tipo : pdf
avaliacao_metodologias_completo.pdf avaliacao_metodologias_completo.pdf
Tamanho : 3297,007 Kb
Tipo : pdf